segunda-feira, 1 de maio de 2017

Ventosaterapia para crianças

video

Que delícia de terapia ! Ventosaterapia pediátrica ! Que fofoura!

Yi-Ventosaterapia é uma terapia simples e segura que pode promover equilibrio gastrointestinal e o peristaltismo .
Métodos: em primeiro lugar, passar  óleo especifico para bebes nas costas, empurrar para cima de ambos os lados das costas usando um pequeno yi-Cup e depois repetir isso 10-20 vezes. Em segundo lugar, levante e faça força no ponto E 25 (tianshu), abana-a para cima e para baixo 10-20 vezes. Manobrá-lo uma vez por dia.

quarta-feira, 15 de março de 2017

Curso Reiki nivel 1


Novidade no Espaço Equilíbrio Natural !
Comece o ano tornando-se um Terapeura Reikiano
Reiki é uma técnica não religiosa, de origem japonesa, e é um ótimo recurso para equilibrar os 7 principais chakras. Serve para autotratamento, tratamento de outras pessoas, animais e até as plantas.
O Reiki está oficialmente incluído nas praticas terapêuticas alternativas reconhecidas pela Organização Mundial da Saúde. Hoje, o Terapeuta Reikiano é um profissional legalizado, ligado ao Ministério do Trabalho e ao IBGE. 
O Objetivo do Reiki é promover a saúde, é a energia vital universal, aplicada pela imposição das mãos. Existem muitas pesquisas científicas que comprovam a eficácia do Reiki, quando aplicado por terapeutas devidamente formados.
É composto de 4 níveis, sendo o terceiro nível dividido em 3-A e 3-B, onde o aluno se transforma em Mestre, podendo formar novos praticantes.
Mande uma mensagem, inbox, whatsapp, ou deixe um comentário e receba as informações sobre valores.
Terei imenso prazer em tirar todas as suas dúvidas.
Mestre Fatima Regina
(21)98077-2391 Whatsapp


Terapia Reiki com Cristais


domingo, 12 de março de 2017

A historia do REIKI

A história do Reiki
”Reiki é uma técnica de cura milenar que se pratica através da imposição de mãos. Foi trazida ao planeta Terra pela misericórdia divina, para ser doada a todos que a quisessem, independente de raça, religião, credo, condição social e intelectual.
Segundo lendas a respeito de civilizações desaparecidas, a manipulação dessa energia teria sido amplamente ultilizada pela civilização MU, localizada onde estão os territórios da ìndia e o Tibet. Ainda segundo essas lendas, nessa civilização, as crianças praticariam o que atualmente corresponde ao REIKI 1 , os adolescentes e jovens, o que corresponde ao REIKI 2 , e os professores, o que corresponde ao REIKI 3; portanto, podemos deduzir que , na época, a ultização desta energia para fins curativos era livre.
Em meados do Séc. XIX, o japonês MIKAO USUI, de Kioto, ao ser questionado por seus alunos, sobre qual teria sido a técnica de cura utilizada por GALTAMA SHIDARTA e JESUS, resolveu iniciar uma busca para tentar descobrir a resposta. Após dez anos de pesquisa e meditação o Dr. Usui encontrou finalmente o que procurava.
Num mosteiro zen encontrou relatos sobre certa energia de cura pela imposição das mãos, e nesses relatos constava a necessidade de um iniciado imprimir essa energia no postulante a curador, porém não era ensinado como imprimi-la.
Como sabemos, no passado era comum que pessoas, buscando conhecimentos transcendentais, fossem meditar em montanhas consideradas sagradas. Após vinte e um dias de jejum e meditação, no monte kuruma, Usui em estado de profunda meditação, foi atingido na testa por um raio de luminosidade muito intensa, perdendo os sentidos. Ele saiu do corpo e lhe apareceram como iluminação divina os símbolos ou sinais, bem como os seus significados e aplicações de cura, que mais tarde denominou-se REIKI.
DEFINIÇÃO

A palavra REIKI é de origem japonesa e resulta da união dos fonemas REI e KI. REI significa a força cósmica, a energia universal, a essência energética cósmica que a tudo interpenetra. KI é a energia da força vital, sem o KI não há vida.

Quando essas duas energias se encontram, a energia Cósmica com a nossa individual, forma-se o REIKI. Por isso, a iniciação é fundamental. Quando essa se dá, através da iniciação ou sintonização, forma-se o REIKI e o individuo toma-se um canal para o fluir da energia cósmica. Essa energia, que é urna energia inteligente, flui para onde seja necessário no local – momento ou a distância – no passado ou no futuro. Através de sua técnica de utilização, equilibra os sete principais CHACRAS (Centros de Captação e Transformação de Energia) distribuídos harmonicamente entre a base da coluna e o ponto mais alto da cabeça.
Concluindo, a aplicação do REIKI é a captação e a utilização da energia cósmica que traz de volta o estado pleno de saúde, harmonia e felicidade como um instrumento de transformação e realização.
Seu Funcionamento
Nos seres humanos a energia circula de forma livre pelos caminhos sutis: chakras, Meridianos e Nadis. Também percorre nosso campo energético, nossa Aura. Essa energia alimenta órgãos e células, regulando ainda as funções vitais. Se há bloqueios na livre circulação energética, prejudicando o trânsito, advém o desequilíbrio e a conseqüência no corpo Físico.
Esses bloqueios ocorrem, muitas vezes, por excessos cometidos de naturezas diversas quando o corpo libera energias que produzem barreiras impedindo o fluxo de energia vital, atuando no corpo físico e criando a “doença”.
O REIKI se utiliza da energia cósmica que é abundante no Universo. Após a iniciação, essa energia passa a ser captada e os Chakras passam a ser dinamizados. Imediatamente após a iniciação, o Reikiano passa a ser um canal de energia cósmica que passa a aplicá-la e direcioná-la através das mãos, diluindo bloqueios energéticos e produzindo Cura.
A energia REIKI cura ao passar pelo bloqueio do campo energético, elevando o nível vibracional em todos os nossos corpos, dissolvendo barreiras formadas por nódulos originados em pensamentos e sentimentos prejudiciais, aumentando infinitamente a qualidade de vida.
Uma sessão de REIKI é um milagre de abundância. O recebedor puxa a energia que necessita, o REIKIANO é o canal de ligação e o Cosmos doa infinitamente. Por isso, quem quantifica a energia recebida é o receptor e não o canal.
PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS
Disponibilidade – O REIKI esta disponível a tantos quantos queiram utilizá-lo;
Simplicidade – Sua técnica é simples como o são todas as coisas verdadeiras a cada um de seus níveis pode ser passado em apenas algumas horas;
Durabilidade – Basta uma iniciação ou sintonização a estará disponível ao novo Reikiano pelo resto de sua vida;
Universalidade e Atemporalidade – Pode ser aplicado no local ou a distancia, no passado ou no futuro, possibilitando a atuação direta do Reikiano no Planeta, no Pais, sem fronteiras, indo para onde a para a época em que for enviado;
Energização – O REIKI não desgasta energéticamente o praticante, pois se utiliza da energia cósmica – REI a não da individual KI. Portanto o Reiki, quanto mais usado, mais energiza o Reikiano;
Equilíbrio e Desbloqueio – Equilibra energéticamente os CHACRAS, bem como remove bloqueios dos canais de circulação de energia;
Saúde – Promove o retorno ao estado original de saúde física, emocional, existencial a espiritual;
Diversidade – Pode ser aplicado nos reinos Animal, Vegetal, Mineral a Espiritual;
Astrológicamente – Equilibra as energias através do use do Mapa Astrológico, inclusive possibilitando a resolução de situações Kármicas.

OS NÍVEIS DO REIKI
O Dr. Mikao Usui nos legou três graus de Reiki que devem ser mantidos intactos em sua essência. Cada nível é ativado por iniciações a são independentes entre si, ou seja, o aluno que recebe o 1º nível pode parar ou aprender os outros níveis de acordo com sua conveniência.
Nível 1 ou Físico – O Despertar – Nesse nível, também chamado de físico, a transmissão da energia REIKI 1 acontece pelo contato direto através das mãos do Terapeuta para o Paciente. Os iniciados nesse nível podem captar a energia cósmica através das mãos apenas colocando as mãos naqueles que devem recebe-la, sejam outras pessoas, em si próprio, animais ou plantas. Nesse nível, o tratamento completo ou auto-tratamento leva de 60 a 90 minutos.
Nível 2 ou Mental – A Transformação – Nesse nível, também chamado de mental, o iniciado ira trabalhar com situações mentais e emocionais. Na sua iniciação são utilizados os 3 símbolos sagrados do REIKI, que são ensinados e sintonizados nas mãos do participante. Nesse nível, as diferentes situações que serão vivenciadas determinam a combinação que faremos com esses símbolos. O segundo nível é feito quando se sente uma necessidade maior de crescimento e de um maior conhecimento com relação a energia. A iniciação nesse nível fornece um salto no nível vibratório no mínimo 2 vezes maior do que experimentamos no nível 1. Nesse nível são usados símbolos sagrados para o envio da energia a distancia, ao passado a ao futuro. Nesse nível, a ênfase recai no corpo sutil ( mental/emocional) e não no corpo físico. Nesse período, o processo de limpeza pode variar entre 21 dias e 4 meses. No nível 2 o tempo necessário para as aplicações da energia Reiki se reduz substancialmente, mais ou menos 15 minutos para aplicação a distancia. Também aplicado o nível 2 no corpo físico, a energia passa a ser muito potencializada, trabalhando em grande intensidade. Nesse nível, revemos nossa forma de conceitual tempo e espaço, pois com os símbolos passamos a trabalhar no continuum de tempo a espaço.
Nível 3 – A ou Consciência ( A Realização ) – Esse é o grau de mestre interior ou consciência. Nesse nível, o aluno recebe o símbolo do Mestre e pode realizar na vida seus desejos e sonhos. Nesse nível, que manipula uma quantidade de energia muito forte, o aluno recebe um símbolo sagrado que potencializa, ampliando e intensificando os efeitos dos símbolos recebidos no 2º nível, capacitando-o a harmonizar e curar um grande número de pessoas, uma multidão, estados a países. Nesse nível, o aluno pode tocar seu próprio Karma e encontrar sua verdade mais interna.
Nível 3 – B ou Mestrado – É o nível também chamado de Espiritual ou do Mestre. Nesse nível o REIKI é estudado detalhadamente. É o nível que habilita a iniciar e ensinar o REIKI as outras pessoas.
Fonte:

Reiki


Meditação, arteterapia e Reiki passam integrar procedimentos do SUS

Meditação, arteterapia e Reiki passam integrar procedimentos do SUS


Terapia Reiki

Reiki é uma palavra japonesa que significa 
“Energia Vital Universal”. O Reiki não é uma religião e nem uma crença, é uma técnica de cura que utiliza a imposição das mãos para a cura do corpo, mente e espírito.



O Reiki é considerado uma terapia alternativa e complementar aos tratamentos convencionais. Não tem contra indicações, podendo ser aplicado em qualquer pessoa, quantas vezes quiser. Durante a aplicação, não há manipulação do corpo da pessoa, portanto, não há nenhum risco, sendo seguro para qualquer pessoa, em qualquer idade e situação. Este simples sistema de cura não-invasiva, trabalha para promover a saúde e o bem-estar de todo o corpo físico, emocional e psíquico.

Um dos maiores benefícios para a saúde que o Reiki proporciona é a redução do stress e relaxamento, o que proporciona ao corpo uma natural capacidade de cura, de melhorar e manter a saúde. Reiki é uma terapia natural que suavemente equilibra as energias da vida e traz saúde e bem estar para a pessoa que o recebe.
Reiki é um tipo específico de trabalho de energia sutil em que a cura é realizada pelo toque das mãos, permitindo o fluxo da energia de uma fonte ilimitada para o destinatário através do praticante de Reiki, que está em sintonia com a fonte.

Quando o fluxo da “Energia Vital” é interrompido, enfraquecido ou bloqueado, problemas emocionais ou de saúde tendem a ocorrer. Os desequilíbrios podem ser resultado de situações negativas que ocorrem em nossas vidas, como traumas emocionais ou físicos, lesões, toxicidade, má alimentação, estilo de vida destrutivo e relacionamentos, negligência e falta de amor por si mesmo, de emoções não expressas e de pensamentos e sentimentos negativos, incluindo medo, preocupação, dúvida, raiva e ansiedade.

Reiki é uma forma de energia pura. Quando é combinado com o sincero desejo do destinatário, que está disposto a realizar uma limpeza dentro de sua consciência emocional e espiritual, a cura total pode ocorrer.

O Reiki também pode fornecer energia adicional necessária para recuperação da doença. Ele pode ser usado como terapia complementar, e pode melhorar os cuidados de saúde que o paciente recebe no hospital ou de outros prestadores de cuidados de saúde.
Uma sessão de Reiki pode induzir um estado extremamente confortável de estar aumentando a freqüência vibracional do corpo e pode alterar a consciência do cliente.

Este relaxamento profundo pode ajudar o organismo a liberar o estresse e tensão e acelerar as habilidades naturais do organismo de auto-cura.

Reiki pode:
Ajuda a dormir melhor
Ajudar a aliviar a dor
Reduzir a pressão arterial
Ajudar em condições agudas (lesões) 
Problemas crônicos (asma, eczema, dores de cabeça, etc)
Auxiliar na remoção de toxinas do corpo
Apoiar o sistema imunológico
Aumentar a vitalidade
Mais criativo
Mais equilibrado
Menos emocional
Menos stress
Mais relaxado
Mais vitalidade
Mais sensibilidade



sexta-feira, 20 de março de 2015

O Outono na Medicina Chinesa



O Outono é a estação de transição entre o calor do Verão e o frio do Inverno. As folhas caem, o tempo esfria e a chuva volta. As plantas preparam-se para a recolhimento no Inverno, tornam-se inactivas e a produção agrícola diminui. Alguns animais armazenam alimentos e outros se preparam para hibernar.

Nesta época, nós também sentimos vontade de nos recolhermos, mas também necessidade de nos movermos e um pouco mais, não é momento de parar pois temos de cuidar do armazenamento para o inverno.

O Outono energeticamente é a estação do Elemento Metal e os seus orgãos correspondentes são o Pulmão e o Intestino Grosso.  Com a mudança da estação a energia começa a contrair-se voltando para dentro para se acumular e armazenar. É o momento de nos libertarmos de tudo o que está gasto, como as folhas das árvores, que caem para poupar a essência. Libertarmos-nos do que está a mais a fim de poupar energia, tanto a nível físico como emocional. Desta forma, o Outono é a estação da introspecção e da meditação, de reciclar sentimentos e pensamentos antigos, apegos (relacionados com o intestino preso) e o excesso de emoções adquiridas durante o Verão.

Se resistirmos a esta energia e ficarmos aprisionados no passado podemos criar estados de melancolia, tristeza, depressão que se manifestam com dores nas costas, dificuldades respiratórias, problemas de pele e diminuição da resistência física.



A função do Pulmão e do Intestino Grosso é assimilar o essencial e rejeitar o inútil. O Elemento Metal controla o Pulmão, que extrai a energia essencial e expele as toxinas do sangue. É o responsável pela captação da parte Yang da energia vital que chega através da respiração e para a Medicina Chinesa os distúrbios dessa função vão-se repercutir no pulmão e nos rins. Também está ligado à nossa área sensitiva, a tristeza máxima sente-se no Pulmão. Quando um a pessoa asmática entra em crise é porque tem muitos conflitos. Já o Intestino Grosso elimina a "porcaria", enquanto retém e recicla a água do organismo.



O desequilíbrio do Metal reflecte-se por perda de recursos, que no organismo humano pode ser por fezes demasiado laças, ou por retenção de excessos, obstipação ou ainda por falta de vitalidade, indisposição generalizada, problemas de garganta e do esófago, certo tipo de paralisias, doenças debilitantes, fragilidade emocional, depressão, melancolia, angústia, discurso incoerente, eczema, asma, bronquite, gripe, nariz entupido, choro frequente, membros ou costas dolorosas.



Dicas para cuidar bem do seu Pulmão durante o período de energia Elemento Metal:

Alimentação - devemos eliminar o excesso de humidade e fortalecer a nossa energia de defesa (Wei Qi), que depende da energia do pulmão mais forte. Alguns alimentos que drenam a humidade (liquídos): aboborinha, alho, alho-porro, rabanete, cebola, cevada, feijão azuki, feijão preto, frango , nabo, pimentão, etc.

Devemos consumir alimentos que aqueçam o organismo e fortaleçam a nossa resistência: alho, cebola, canela, batata, salsa, cominho, coentro, inhame, mostarda, pimentas, pimentão, rabanete, rúcula, gengibre, etc.

Ingerir bastantes líquidos mesmo na forma de chás/infusões, como o de camomila, canela, gengibre, hortelã, erva-doce, anis-estrelada.

Liberte seus sentimentos, pensamentos e emoções - faça uma auto-análise e liberte-se dos padrões emocionais que não acrescentam mais nada em sua vida e que só nos fazem sofrer. As mágoas guardadas se fazem presentes sentimos-nos mais melancólicos e tristes. Se perceber que é difícil fazê-lo sozinho procure ajuda de um profissional para algum tipo de terapia.

Actividade física - excelente para a saúde desde que praticada com regularidade



Aproveite este período para se conhecer melhor e mudar tudo o que tem que ser mudado na sua vida, rever relações, hábitos e projectos. Deixe ir, limpe seus armários e papéis deitando fora tudo o que não precisa, revendo e avaliando os seus objectos guardados. Vá devagar e no seu tempo e logo perceberá do que é realmente capaz.

O Outono na Medicina Chinesa




Quando o Verão passa para Outono, a energia da Terra (Fim-de-Verão) transforma-se em Metal. Durante a fase Metal/Outono, a energia começa novamente a condensar-se, a contrair-se, volta-se para dentro para se acumular e armazenar. Nesta fase libertamos tudo o que está gasto como as folhas das árvores caem para poupar a essência. Se nesta fase não houver muita energia para contrair, não haverá força suficiente para passar o Inverno e o próximo ciclo da Madeira/Primavera será fraco.
Os órgãos associados a esta estação do ano são o Pulmão e Intestino Grosso, bem como a cor da fase Metal é o branco e a emoção associada é a tristeza.
A energia do Metal controla o Pulmão, que extrai a energia essencial e expele as toxinas do sangue e do intestino grosso.
As emoções ligadas ao Pulmão em desequilíbrio são a tristeza, a melancolia, as angústias e as tensões muito prolongadas. De uma forma mais genérica, pode-se dizer que o Pulmão é afectado pelas perdas afectivas, como os relacionamentos terminados ou as perdas de entes queridos.
Uma relação muito importante é a da pele com o Pulmão, facto que também é observado pelos dermatologistas. É bastante comum a evolução de um eczema para algum tipo de bronquite, e também o contrário, como as asmas ou bronquites quando tratadas por métodos naturais tendem a resolver-se através de eliminações na pele.
Em alguns casos o tratamento de uma lesão de pele, feito de forma a suprimir a lesão, pode gerar como consequência patologias, que vão desde uma simples rinite até as asmas ou as pneumonias de repetição.
Desequilíbrios energéticos desta época relacionados com o Pulmão/Intestino Grosso poderão levar a sintomas e/ou patologias como melancolia, tristeza, depressão, dificuldades respiratórias, tosse, asma, bronquite, problemas de pele e diminuição da resistência.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Ventosaterapia

A utilização da Ventosaterapia, articulada com os outros instrumentos da Medicina Chinesa, visa eliminar toxinas e retirar estagnações do sangue em determinadas zonas do corpo.O fato de ajudar a retirar estagnações faz com que a ventosaterapia seja utilizada com grande sucesso em casos de dores musculares, lombalgias, artrite, hipertensão, celulite e gordura localizada.

Fotos: Atleta Tânia Medeiros